terça-feira, 20 de agosto de 2013

Post em directo

Viajo com tres criaturos de 17 anos e a criatura de 4.
O que vai a frente vai em grande, os outros vao ali todos encavalitados um no outro, em cima da cadeira da mais nova, que nao lhes liga nenhum e olha melancolicamente pela janela.
Nao sei se aguento conduzir ate ao nosso destino. Doi-me os abdominais e os maxilares de tanto rir.
Ali vao eles, calções de praia, t-shirt, chinelos e óculos escuros de massa espelhados. Não fazem barulho. Falam entre si, sempre sempre a gozar, mas com um supless, cuidado! respondem ás piadas uns dos outros com uns yah, lol. Mas n se riem. Só eu!
Ignoram o facto de eu ir no carro. Eu so sirvo para os transportar do ponto A para o ponto B, ou para os alimentar. "Ja parávamos... Que fome"
Comentam o facto de um deles estar gordo, esse responde: "meu, estamos em crise, eu dantes tinha muitos, agora faço sacrifícios e tenho so um abdominal"
Passamos num sitio com má frequênciarodoviária  e diz um deles: "heish, mulheres da vida" diz um outro "que Deus as abençoe"....
E por aí fora, comigo toda escangalhada de tanto rir.
Enfim, vidas!

3 comentários:

Joel Carvalho disse...

O carteira Vazia - eu sei que talvez este local não seja o mais próprio para divulgar uma página, mas não custa nada dar uma olhada rápida pelo meu blog. penso que toda a todos, a crise...

http://ocarteiravazia.blogspot.pt/

Carla disse...

Que coragem!!

Titanices disse...

Há lá melhor coisa na vida que ter os nossos crianços grandes armados em homens!!!! tive o enorme prazer de ter comigo 5 amigos do meu filho mais velho (15 anos) durante 4 dias no campismo... inigualável, ganhei anos de vida e aprendi coisas sem fim e todo um novo sentido de humor tão deles e que me faz tão feliz!!! e fiquei a saber que nas palavras deles sou 'uma fixolas, a tua mãe é uma fixolas!!! os meus pais deviam era deixar-me aqui o resto do mês' (ouvido à sucapa... completamente sem qualquer intensão, mas caíu que nem ginjas)